sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Programão pra quinta á noite!

Reuni algumas considerações em tempo real feitas por mim ontem no Facebook durante o último debate dos prefeituráveis:

Resumo do debate:
Serafim - A gente tem que voltar com a domingueira, meia catraca e colocar computador pra cada aluno!
Pauderney - Eu trouxe muitos recursos pra Manaus e votei a favor do salário mínimo.
Henrique - A gente precisa de oxigenação, vota no novo!
Artur - Manaus precisa de um prefeito altivo e fraterno como eu - e ela votou contra o salário mínimo!!!
Vanessa - Ah, tudo eu, tudo eu...
Sabino - Você, meu amigo, eu tenho uma novidade pra ti: a nova tekpix!...

Artur tava meio leso nesse debate: demorou um bloco pra atacar a Vanessa...
Eu me impressionei com o nível de profissionalismo do mediador (Heraldo Pereira). Qualquer outro jornalista não teria segurado o riso toda vez que ouvisse as respostas do Sabino.

Pauderney: Vou investir no lazer, no esporte, vou tirar o futebol amazonense da Série D...
Pauderney tá concorrendo á prefeitura ou á CBF?

Henrique: você foi sacana, deixou acontecer invasão lá no Carlinhos do Alcatraz!
Serafim: não, foi na gestão do Carijó.
Henrique: não, foi tua! Eu vi no Wikipédia!

Henrique: Eu vou implantar o projeto Meu Armazém, nós vamos te dar os produtos...
Sabino: Lá vamos nós voltar ao tempo dos seringais...
Rapaz, me surpreendi. Sabino por dentro da História, por dentro de alguma coisa que não fosse denúncia e pó - é, o mundo tá mesmo pra acabar...

Vanessa: vamos ampliar a domingueira...
Serafim: mediador, ela tá colando! Dá zero pra ela!

Sabino: você vai colocar tudo na mão dos empresários, dos mafiosos!
Artur: Se tem alguém que tem pulso para acabar com as máfias sou eu!
Falou o próprio Elliot Ness agora...

Serafim: é preciso ter transparência e buscar recursos junto ao governo federal.
Artur: mas o bom governante vai além: ele procura recursos federais, internacionais, espaciais... E ele sabe viver sozinho. O bom prefeito tem que ser ético, austero, puro, virge... epa.

Sabino: Eu sou o novo, eu tenho o exército invisível!
Medo agora, muito medo....

Na política, lembre-se: se tudo der errado, se faça de vítima!
Artur: eu não ataquei a colega, só falei a verdade: ela votou contra o salário mínimo. Estou sendo perseguido por dizer a verdade!!
Vanessa: vocês viram? eu não falei nada, podia ter falado da surra nos camelôs, mas eles teimam em me perseguir!
Esse debate teve mais "perseguições" que todos os filmes da série Identidade Bourne...

Rir faz bem a saúde: mais um motivo para você assistir os debates.

Nenhum comentário:

Postar um comentário